Com Haddad e Gleisi, PT de Minas lança fórum para promover a cooperação entre gestores municipais

O Fórum de Prefeitos e Prefeitas e Vices foi lançado nesta quinta-feira, 25, com a participação de Fernando Haddad, Gleisi Hoffman, prefeitos e prefeitas, vices, deputados estaduais e federais e outras lideranças do partido “A ideia é criar uma unidade,...
2021-08-13 16:28:25
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

O Fórum de Prefeitos e Prefeitas e Vices foi lançado nesta quinta-feira, 25, com a participação de Fernando Haddad, Gleisi Hoffman, prefeitos e prefeitas, vices, deputados estaduais e federais e outras lideranças do partido “A ideia é criar uma unidade, um espaço de interlocução e cooperação entre os gestores. Trocar ideias, projetos e também discutir propostas de desenvolvimento para cada região do nosso estado. Ao mesmo tempo, vamos reforçar e a aprofundar o diálogo com o povo. E o fórum vai nos ajudar muito nessas frentes de trabalho”, afirma o presidente do PT-MG, Cristiano Silveira

Um espaço para troca de experiências e boas práticas entre os gestores petistas. Esse é o objetivo do Fórum de Prefeitos, Prefeitas e Vices do PT-MG, lançado nesta quinta-feira (25/02/2021). O evento foi realizado de forma virtual e contou com a participação do ex-ministro Fernando Haddad, da presidenta do PT Gleisi Hoffman, do presidente do PT-MG Cristiano Silveira, prefeitos e prefeitas, vices, deputados estaduais e federais e outras lideranças do partido.

Para Cristiano Silveira, o fórum terá um papel de grande importância para os municípios administrados pelo PT. “A ideia é criar uma unidade, um espaço de interlocução e cooperação entre os gestores. Trocar ideias, projetos e também discutir propostas de desenvolvimento para cada região do nosso estado. Ao mesmo tempo, vamos reforçar e a aprofundar o diálogo com o povo. E o fórum vai nos ajudar muito nessas frentes de trabalho”.

O prefeito de Teófilo Otoni, Daniel Sucupira, falou sobre a importância da criação do fórum neste momento de crise. “Nos mandatos de Dilma e Lula, tínhamos um conjunto de políticas públicas para os municípios como o Pronaf, o PAC, o Minha Casa Minha Vida e várias outras. Essas políticas foram esvaziadas, não existe mais política de desenvolvimento dos municípios. Agora só contamos com emendas parlamentares dos deputados. Temos que mudar isso”.

“Sou de uma cidade pequena, de seis mil habitantes. Aqui estamos enfrentando muitas dificuldades. Estamos vivendo um momento de retirada dos nossos direitos. Sou trabalhadora rural e sei o quanto o PT fez por nós. Temos a missão de devolver ao país o que Lula e Dilma fizeram por nós. Precisamos fortalecer o partido e dialogar com o povo sobre nossos projetos”, disse Conceição Oliveira, vice-prefeita de Mesquita.

Haddad destacou que o partido tem um plano para tirar país da crise. Segundo ele, o PT é a alternativa contra os retrocessos que tem sido impostos à população. “Sem o PT o Brasil não vai se transformar para melhor. Nós somos a real força de oposição aos bancos e ao neoliberalismo. Temos os melhores prefeitos, governadores e gestores. O que precisamos é dialogar com a sociedade sobre o nosso plano de recuperação para o país”.

“Aqui em Alfenas a gente lembra que o nosso centro universitário foi transformado em universidade federal na gestão do PT. Foi um grande avanço para o nosso município. Hoje, a situação é muito diferente e bem triste. As ampliações foram suspensas e obras seguem paradas. Precisamos mudar esse cenário”, destacou o prefeito Luizinho.

A prefeita de Lima Duarte, Elenice Delgado, também destacou a necessidade em dialogar com a população. “Estamos num momento em que precisamos trabalhar para garantir o direito de ter uma cidade para todos. Esse tem que ser o nosso trabalho. Por isso precisamos dia a dia conversar com os moradores para falar sobre o que temos a oferecer de bom para o país”.

Na mesma linha, Gleisi Hoffman destacou que o PT é a alternativa para o que o povo volte a ter esperança de um país melhor. Para ela, o papel das prefeituras é fundamental nesse momento. “Já não é fácil administrar uma cidade, ainda mais com pandemia, crise financeira e desemprego. Prefeitos e vices tem um papel fundamental nesse momento, de falar com as pessoas, de politizar as pessoas e explicar o que está acontecendo e falar sobre nossos projetos”.

Pandemia

Gleisi Hoffman destacou que o governo Bolsonaro não tem feito nada para combater a pandemia no país. Para ela, a situação prejudica ainda mais os municípios. “O que vemos é que o governo não vacina o povo por opção. Ele sabe que a liberdade de mobilização é um problema pra ele. Por isso nós do PT estivemos na embaixada da China e pedimos que fossem atendidos os pedidos de compra por parte dos estados e municípios. Devemos ter mais 21 milhões de vacinas em março, segundo a embaixada”.

Lula Livre

A restituição dos direitos políticos de Lula também deve ser uma bandeira defendida por todos os petistas, segundo Haddad. Para ele, a Lava Jato se mostrou um grande escândalo político e jurídico. “Estamos vendo na imprensa que fizeram uma caçada contra Lula, não uma investigação. Foi perseguição. É preciso que a justiça seja feita. Precisamos de Lula livre para conversar com o povo e continuarmos essa luta contra os retrocessos que o país enfrenta”.

Destruição de direitos

Haddad também ressaltou o momento de destruição de direitos que o país vem passando. “Essa semana tivemos a entrega o Banco Central aos bancos privados, a PEC que destróis investimentos em toda área social, principalmente saúde e educação, novos decretos de liberação de armas, e atingimos o pico de óbitos de covid. Não tem emprego, não tem renda e nem auxílio. Um desmonte do país nunca visto antes. Isso torna urgente a nossa luta. Precisamos sair por todo o país para mostrar ao povo o que está acontecendo e propor alternativas”.

Da Comunicação do PT-MG.